Emagreça com saúde!

 Ao passar, num dia desses, pela banca de jornais da minha rua, chamou-me a atenção a sessão de revistas de emagrecimento,todas elas com mulheres maravilhosamente magras estampadas ao lado de dizeres como: “Emagreça com saúde!”; ou “Testamos a dieta da sopa!”; algumas até com promessas mais objetivas como “ Perca 4kg em 1 semana!”... Isso me fez lembrar de uma paciente que atendi no último verão com fratura de stress após tentar emagrecer através da pratica da corrida. O problema foi que apenas 1 semana após correr pela primeira vez na vida, ela já estava correndo 6km todos os dias.

Sou realmente capaz entender o rumo cada vez mais imediatista da sociedade. Afinal de contas, hoje em dia tudo é tão fácil, tão rápido... Há poucos anos atrás era necessário perder algumas horas na fila de um banco para pagar uma conta. Então começamos a pagá-las em caixas eletrônicos, com uma espera bem menor. Depois em casa, pela internet. Bastava digitar o código de barras pelo teclado do laptop. Atualmente uso meu smartphone, que inclusive é capaz de ler o código de barras da conta, me poupando até mesmo deste trabalho. Impressionante!

Talvez fosse mais adequado esperar e escrever esta matéria em setembro, outubro, época em que tantos iniciam o famoso “projeto verão”. Porém, o objetivo deste que lhe escreve é justamente combater este imediatismo do brasileiro, que muitas vezes prejudica sua própria saúde na ânsia de atingir um corpo perfeito num período curtíssimo de tempo. Pois quando o assunto é saúde, o preço que se paga por essa corrida de emergência é alto demais.

São 3 os pilares para um emagrecimento saudável: alimentação adequada, atividade física e tempo. Não se engane: você precisa comer bem, você precisa fazer exercícios e você precisa de tempo. 

Primeiramente, sobre a parte alimentar, repare que não utilizei palavras como dieta, ou “fechar a boca”. Para emagrecer, NUNCA passe fome. A fome gera ansiedade e deixa-lhe numa situação de stress, com a liberação de diversas substâncias com ação negativa sobre o metabolismo. Faça as 3 refeições principais do dia, e entre elas faça um lanche, tentando não ficar mais de 3 horas sem comer. Neste lanche sempre de preferência para alimentos de digestão não tão fácil: se for comer uma fruta, coma com a casca. Pão, integral e com um pouco de manteiga. Ao iogurte, acrescente cereais. NUNCA coma um chocolate ou qualquer outro doce nesse momento. Se você não vive sem seu chocolatinho, coma-o após uma refeição, para retardar sua absorção e não aumentar agudamente seu nível glicêmico. Fuja das dietas restritivas malucas. É simples: não faça nenhuma opção alimentar que seja impossível de se mantér a longo prazo, pois quando você retorna à “vida normal” não há resultado que se sustente. Você não acredita que irá viver para sempre de shakes, sopas ou sem carboidratos, não é mesmo? Faça a mudança definitiva! Fuja também dos medicamentos milagrosos. Anfetaminas são extremamente danosas ao organismo. Podem causar aumento da pressão, arritmias e outros problemas seríssimos. Outros remédios para emagrecer estão praticamente banidos na Europa e EUA. Apesar de disponíveis no Brasil, seu uso deve ser restrito e sob supervisão médica.

A parte de atividade física trata-se de matemática simples: se você gasta mais caloria do que consome, irá emagrecer. E aqui vai um grande conselho: a musculação aumenta sua massa muscular, aumentando assim seu gasto energético diário. O simples fato de estar mais musculoso(a) faz com que você gaste mais energia para viver, pendendo a matemática para o seu lado. Inicie gradualmente o trabalho de musculação e nunca trabalhe o mesmo grupo muscular por 2 dias seguidos. O trabalho aeróbio também é importante e deve começar com atividades leves e aumento gradativo. Através da atividade física você não só perderá peso, como ganhará muito em bem-estar e qualidade de vida. Não se deixe seduzir por substâncias que prometem resultados rápidos como esteróides anabolizantes, GH ou afins. Todas estas substâncias cobrarão preço caríssimo ao longo prazo, como disfunções metabólicas, falência de órgãos e até mesmo obesidade “rebote”. Não faça sacrifícios, loucuras, NÃO EXISTE MILAGRE! Realize mudanças em seu hábito alimentar e esportívo. Introduza tais mudanças na sua rotina, na sua vida. Assim seus resultados serão duradouros.

Por último, dê tempo ao seu corpo. Com paciência e determinação você chega lá! Então este ano vamos começar o nosso projeto verão com calma e antecedência. Vencer  a próxima estação sem ficar 100% do tempo debaixo do cobertor, enchendo-se de vinho, fondue e chocolate, ou seja, não “chutar o balde”e engordar neste inverno já é um excelente ponto de partida!!